Pular para o conteúdo

O caso do Japão derruba o buy and hold?

10/10/2010

Continuando no assunto de risco na bolsa de valores e aproveitando um comentário feito no último post, vamos falar sobre o caso do mercado japonês. Durante 20 anos, mais precisamente de 1989 até 2009, o Nikkei teve retorno anualizado negativo.

Os terríveis 20 anos do Nikkei: o maior medo de qualquer investidor

De acordo com esse fato, é possível que algumas pessoas considerem o buy and hold como uma estratégia errônea.  Mas podemos analisar melhor os mercados, índices e momentos e comparar se o problema realmente está nessa forma de investir.

O mercado japonês vinha de uma alta completamente infundada durante quase 20 anos. Nos últimos 10 anos, o índice Nikkei tinha valorizado em média 21,2% a.a e os números começaram a ficar inchados demais. As ações estavam sendo negociadas a um preço acima de 80 vezes o seu lucro, mostrando a total irracionalidade do período. Para se ter ideia, um mercado é considerado sobreavaliado quando seu P/L está acima de 22,5. Uma hora a bolha iria estourar.

E o fato que considero mais importante e que muda completamente os resultados, é que o índice Nikkei 225, assim como o DJI, não conta os dividendos das ações. Só não me perguntem o porquê. E mesmo com toda a queda do índice desconsiderando os dividendos, ainda houve ações que tiveram valorização, ações que não estavam avaliadas na mesma média absurda do mercado.

Outra coisa que devemos levar em consideração é que existe uma grande diferença entre os países. Brasil e Japão possuem mercado, economia e momento completamente diferentes. No ano de 1989, o Japão já era uma economia estabilizada e amadurecida. Caso distinto do qual vivemos no Brasil hoje, ainda temos muito o que evoluir em termos econômicos e financeiros.

Acima de tudo, não importa o quão mal o buy and hold pode ter sido neste período, qualquer outro tipo de estratégia dentro da bolsa de valores seria pior. Ninguém é mágico para acertar o timing desses topos e fundos. É completamente errado focar apenas na exceção de uma estratégia que é vencedora por longo períodos.

E o que podemos concluir de toda essa história?

Assim como na bolha americana no começo da década passada, o P/L do mercado Japonês estava muito acima de um considerado sobreavaliado. O maior problema é que até poderíamos conseguir identificar uma futura bolha ou inchação nos preços através disso, mas como iríamos saber quando esta estouraria? O mercado pode muito bem continuar subindo por muitos anos sem problema algum. É algo que necessita muito estudo e disciplina para não entrar nesse otimismo frenético. No meu caso, nunca investiria em ações com um P/L tão alto assim.

From → Sem Categoria

23 Comentários
  1. Walter permalink

    “Não importa o quão mal o buy and hold pode ter sido neste período, qualquer outro tipo de estratégia dentro da bolsa de valores seria pior” e “Até poderíamos conseguir identificar uma futura bolha ou inchação nos preços através disso, mas como iríamos saber quando esta estouraria?” Perfeito, não tenho o que comentar. O blog está cada vez melhor.

  2. Deuteron permalink

    O que dizer do PL 581 da OGXP3?

    “É uma empresa pré-operacional, vai lucrar muito no futuro”.

    Quer dizer, lucrar muito como as demais empresas do Eike já fazem hoje… 🙂

    • Bem lembrado! A empresa hoje é uma das mais valiosas no país sem ter tirado uma gota de petróleo. É muito perigoso em minha opinião.

      Abraços.

  3. Eder permalink

    Fala RP… bem interessanete esse post. Acho o caso do Japão muito bom para analisarmos o mercado financeiro. Sobre P/L são diversos pontos que têm q ser analisados. Acho que não existe um P/L fixo. Cada empresa, cada país tem suas particularidades que precisam ser analisadas. Talvez P/L de 5 está alto dependendo da empresa e do país. Talvez P/L de 30 está aceitável. O legal é termos consciência disso e tentar analisar com calma os preços e as companhias que estamos adiquirindo.

    Abraços

    • Sim… É bem difícil mesmo saber qual seria um P/L “justo” para um mercado ou empresa. Podemos apenas tomar como “regra” a média do mercado, o total que estava quando estourou e o que ele tente a ir “normalmente”. Como eu disse no post, poderemos até ver que os preços estão caros, mas como saber quando eles não estariam mais? Tudo pode continuar subindo por mais vários anos…

      Abraços Eder!

  4. excelente. nós ainda estamos muiiito longe de chegar aonde esta o japao hoje

  5. Acho que o caso do Japão é bem ilustrativo do risco a longo prazo de se confiar em um Buy and hold com 100% de ações.

    É preciso separar um pouco as coisas: O Buy and hold de uma carteira bem diversificada é a melhor maneira de investir na bolsa; só que nem sempre ele vai dar certo. No Japão os motivos da queda da bolsa foram os que vc comentou. Os Estados Unidos está já com mais de 10 anos de retornos negativos devido a outros motivos e está caminhando para os 20 anos. O Ibovespa pode ter retornos negativos daqui há 20 anos??? Claro que pode!! Eu pessoalmente não acho que vai ter e espero que não aconteça, mas que é possível isto é, sem dúvidas. E pode ser por fatores totalmente diferentes dos que ocorreram no Japão e nos Estados Unidos. Veja que se contarmos a partir do teto histórico em 2008 já temos aí mais de 2 anos de retornos negativos no indice, já contando com dividendos!! E se a crise nos EUA, Europa e Japão voltar a se agravar o IBOV pode voltar a derreter!!

    Abs

  6. Ótimo post.
    Qual seria sua estratégia de investimento no caso? Ações mesmo?

    • Provavelmente procuraria empresas que não estivessem tão sobreavaliadas, o que seria muito difícil de encontrar e com certeza venderia uma boa parte quando achasse que o mercado estivesse muito irracional, alocando em renda fixa. O problema seria saber por quanto tempo ele continuaria irracional. E também é muito difícil saber como nos comportaríamos, só estando nessa situação mesmo para saber, é muita parte emocional em jogo.

      Abraço.

  7. Gui (não o valoresreais, hehehe) permalink

    Além de tudo o que foi dito, é de se considerar ainda que no Japão os preços em geral costumam cair, e não subir! É a deflação, que faz com que o dinheiro tenha mais valor hoje do que no passado. Assim, da mesma forma que os dividendos não considerados, como você bem observou, essa questão da deflação também faz com que o cenário seja menos assustador do que parece à primeira vista. Grande abraço e sucesso! Primeira visita no blog, voltarei com certeza!

    • Disso eu não sabia, Guilherme! Eu tinha ouvido falar o contrário na verdade, que teve ainda um pouco de inflação no período. Se no caso teve deflação, o investidor pode ainda ter ganho dinheiro investindo no mercado Japonês…

      Abraços! Volte sempre.

  8. Henrique Carvalho permalink

    O blog está cada vez melhor RP!

    Tenho uma visão bem parecida com a que o Inf.Fin comentou.

    Aliás, estou escrevendo justamente uma série apontando 3 razões para não se investir todo o capital em ações.

    Quando puder, dê uma conferida:

    http://hcinvestimentos.wordpress.com/2010/10/14/3-razoes-para-nao-investir-todo-o-seu-capital-em-acoes-parte-i/

    Grande Abraço!

  9. Acho que o caso do Japão serve para demonstrar que os ciclos de mercado (nesse caso bear market) não precisam estar 100% correlacionados com a economia, é certo que eles tem deflação, mas não estão em crise, as pessoas tem emprego e consomem normalmente. Nós ainda não sabemos o que é um bear market, a queda que sofremos com a crise foi rápida mas a recuperação também foi. Já um bear market a queda é longa, dolorosa e talvez irrecuperável para posições compradas. Mas concordo com você a situação dos dois países são completamente diferentes e acho que estamos longe ainda de sofrer um bear market desse tipo, primeiro teríamos que criar uma bolha, talvez no mercado imbobiliário. Mas isso é assunto pra outro tópico rsrs

    Abcs,

    • Esse é um ponto interessante, tanto que há alguns estudos que mostram que a bolsa de valores tem correlação negativa com o crescimento do PIB. Eu acho que não teremos problemas no curto prazo aqui no Brasil pelo menos, tenho medo no futuro se o governo continuar esse “crescimento” do país, com muitos gastos públicos, crédito e apenas controle de inflação. Não vejo algo muito sustentável nisso. Quanto a bolha imobiliária acho que ainda está longe, mas é uma possibilidade.
      Abraços

  10. Rodolfo permalink

    Alguém sabe o P/L da Dow Jones há 10 anos?

  11. Olá RP,
    .
    Acho que é a 1a vez que apareço por aqui. Acabei de ler todo seu blog juntamente com os comentários. Pretendo acompanhar seu blog daqui para frente.
    .
    Sucesso para todos nós!
    .
    Abcs

    • Olá Willy,

      Não sei porque, mas o wordpress havia classificado o comentário como Spam, já o aprovei agora.
      Bem, não tenho a pretensão agora de continuar com o blog e se continuar será de um modo diferente, teremos boas novidades no futuro.

      Abraços e sucesso!

  12. Vinicius permalink

    Agora eu fiquei com uma dúvida. O Ibovespa conta os dividendos?

    Eu não sabia disso..

  13. Estou montando um blog sobre RENDA PASSIVA, MARKETING DIGITAL, MARKETING DE CONTEÚDO: http://www.webnergia.com.br/blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: